Erros comuns nas vendas imobiliárias

Erro número 1: Estou a começar a vender a minha propriedade

Muitos proprietários mergulham na aventura de vender uma propriedade sem saber exatamente o que esperar. Há muitas questões a esclarecer antecipadamente. Por exemplo:

  • Quando é a melhor altura para vender?
  • Quanto tempo demora a venda?
  • Como substituo o meu empréstimo imobiliário?
  • Quando devo comprar uma nova propriedade?
  • Preciso de um empréstimo?
  • Como organizo a transferência de propriedade em termos temporais e económicos?
  • Como consigo o preço mais vendido?
  • O que os compradores vão perguntar?
  • Que armadilhas legais podem existir?
Erro 2: Eu sei o preço da minha propriedade!

Todos os proprietários sabem quanto pagaram pelos seus bens e o que já investiram em dinheiro. Não é incomum que esta seja a base para as suas próprias expectativas de preço: “Quero ter aquilo que paguei.” Mas este conceito de preço difere muitas vezes do preço real. O preço real pode estar acima ou abaixo.

O preço de venda é determinado apenas pela oferta e procura no momento do processo de venda. Prever o preço exequível não é tão fácil. Isto requer muita experiência e muito conhecimento sobre os fatores que influenciam o valor de um imóvel. Quanto à valorização imobiliária, por isso, recorra à velha sabedoria: em caso de dúvida, pergunte a alguém que saiba.

Erro 3: Não preciso de um agente imobiliário para vender a minha propriedade!

Na verdade, muitas pessoas vendem as suas propriedades sem ir a uma agência imobiliária. A questão-chave não deve ser se eles próprios podem fazê-lo, mas como vendê-lo ao melhor preço sem investir muito tempo, esforço e dinheiro.

A experiência prova que um profissional dedicado pode ser de grande ajuda, justificando o dinheiro investido no seu trabalho. Podem fazer uma avaliação profissional, criar melhor exposição, anunciar o imóvel, organizar visitas ao imóvel, estar disponível para chamadas telefónicas, fazer negociações de preço, preparar o contrato de compra, ajudar num possível evento imprevisto, garantir custos de marketing e apenas receber taxas se for bem sucedido.

Erro número 4: eu próprio posso fazer um anúncio.

Muitos vendedores privados apenas colocam a propriedade no jornal ou na Internet e esperam para ver o que acontece. No entanto, aqueles que estabelecem um preço muito elevado geralmente geram baixa procura. Por outro lado, se fixares um preço demasiado baixo, estás a desistir desnecessariamente do dinheiro.

Outro problema é: Os vendedores privados muitas vezes querem economizar dinheiro no marketing, escolhendo apenas um canal de marketing ou plataforma. Se um potencial comprador não vir a oferta, o proprietário perderá oportunidades de venda.

Erro número 5: Mostrar a propriedade não pode ser tão difícil.

E quem poderia fazê-lo melhor que o dono? Os potenciais compradores muitas vezes têm uma perspetiva muito diferente sobre a propriedade. Os interessados perguntam, por exemplo, a que custo seria possível alterar a central, quanto custaria o isolamento térmico, etc.

Não é incomum encontrar potenciais compradores com questionários longos. Os proprietários nem sempre estão preparados para isso, mencionando, acima de tudo, o que consideram ser relevante. E às vezes esquecem-se de mencionar algo realmente importante (como defeitos ocultos que podem levar a danos).

Erro número 6: Porquê negociar? Digo o que quero!

Nem todos os proprietários são bons a explicarem-se e os potenciais compradores querem ter sucesso na negociação. Um proprietário deve pensar cuidadosamente sobre o preço que quer definir, quanto eles podem negociar, e quanto eles podem oferecer (por exemplo, “Eu vou deixar a cozinha equipada se formos à conservatória na próxima semana.”).

A experiência proporciona negociações mais bem sucedidas. Os consultores empresariais podem ser muito úteis nas negociações de vendas. Estes podem encontrar um equilíbrio entre os interesses do vendedor e do comprador e assumir um papel mediador que o próprio proprietário não sabe desempenhar.
Erro número 4: Eu próprio posso fazer um anúncio.

Muitos vendedores privados apenas colocam a propriedade no jornal ou na Internet e esperam para ver o que acontece. Contudo, aqueles que fixam um preço muito elevado geralmente geram uma baixa procura. Por outro lado, se fixarem um preço demasiado baixo, estão a desistir desnecessariamente de dinheiro.

Outro problema é: Os vendedores privados querem muitas vezes poupar dinheiro em marketing, escolhendo apenas um canal ou plataforma de marketing. Se um potencial comprador não vê a oferta, o proprietário perderá oportunidades de venda.

Erro número 5: Mostrar a propriedade não pode ser assim tão difícil.

E quem o poderia fazer melhor do que o proprietário? Os potenciais compradores têm frequentemente uma perspectiva muito diferente sobre o imóvel. As partes interessadas perguntam, por exemplo, a que custo seria possível mudar a fábrica, quanto custaria o isolamento térmico, etc.

Não é raro encontrar potenciais compradores com questionários longos. Os proprietários nem sempre estão preparados para isto, mencionando, sobretudo, o que consideram ser relevante. E por vezes esquecem-se de mencionar algo realmente importante (como defeitos ocultos que podem levar a danos).

Erro número 6: Porquê negociar? Eu digo o que eu quero!

Nem todos os proprietários são bons a explicar-se a si próprios e os potenciais compradores querem ter sucesso na negociação. Um proprietário deve pensar cuidadosamente sobre que preço quer fixar, quanto podem negociar, e quanto podem oferecer (por exemplo, “Deixo a cozinha equipada se formos ao cartório de registo na próxima semana”).

A experiência proporciona negociações mais bem sucedidas. Os consultores empresariais podem ser muito úteis nas negociações de vendas. Estas podem estabelecer um equilíbrio entre os interesses do vendedor e do comprador e assumir um papel de mediação que o próprio proprietário não sabe como desempenhar.

Agende já uma consulta gratuita com um dos nossos peritos!

How can we help you?

Send us a message

Como o podemos ajudar?

Envie-nos uma mensagem

não perca ofertas ou notícias!

Subscreva a nossa newsletter e não perca as últimas notícias e ofertas!