Procurar
Close this search box.

Leve a sua empresa para Portugal: Um Guia Completo

Atualizado a: Junho 25, 2024
Por: David Afonso

Uma pergunta frequente para qualquer empresário estrangeiro é: como é que posso levar a minha empresa para Portugal? A decisão de expandir o seu negócio para Portugal pode ser um fator de mudança, como tem sido para muitas empresas e empresários de sucesso. A estabilidade económica do país e o potencial de entrada no mercado são razões de peso. E não esqueçamos o fascínio de viver num país que oferece a excecional qualidade de vida que se encontra em Portugal. Este guia cobre todos os passos necessários para abrir uma sucursal de uma empresa em Portugal, desde a escolha entre criar uma filial ou uma sucursal até aos requisitos de visto para trabalhadores estrangeiros.

Frederik Pohl
Frederik Pohl, CEO
Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Newsletter

Abrir uma Sucursal ou uma Filial em Portugal: quais as diferenças?

A decisão de abrir uma filial ou uma sucursal num determinado mercado surge num contexto de desenvolvimento do negócio, em que as empresas definem uma estratégia de entrada num mercado ou em vários ao mesmo tempo. Existem, no entanto, diferenças entre as duas opções.

Filial

As filiais têm personalidade jurídica própria e são distintas das empresas que nelas participam. Abrir uma sucursal num mercado estrangeiro significa abrir uma nova empresa que pertence e depende da empresa-mãe, com a sua própria equipa de gestão e empregados. A maioria do capital é detida pela empresa-mãe, que exerce diretamente uma influência dominante e pode nomear mais de metade dos membros do órgão de gestão. Em termos legais e fiscais, e dado que a sede da sucursal se situa no estrangeiro, está obrigada a cumprir as mesmas regras que as empresas locais.

Tipos de Sucursais
Comercial

A sucursal comercial, com a sua vocação de venda, promoção e serviço pós-venda, apresenta-se como uma via promissora de crescimento. Esta opção, por vezes, implica a deslocação temporária de pessoal da empresa de origem, que irá implementar os conhecimentos e procedimentos necessários para a representação e comercialização no novo mercado, abrindo assim novos horizontes para o seu negócio.

Industrial

A sucursal industrial tem capacidade de produção, ou seja, fabrica os produtos que vai vender em vez de os importar da empresa-mãe. Por vezes, esta opção permite beneficiar de incentivos que o país de destino concede para aumentar a capacidade de produção, criar emprego ou atrair investimento estrangeiro.

Captação de conhecimento

Num ramo de captação de conhecimento, o objetivo é acompanhar e reforçar os processos de inovação e desenvolvimento tecnológico no estrangeiro. Esta opção é especialmente útil em mercados tecnologicamente mais desenvolvidos ou quando a empresa pretende destacar-se pela sua inovação, oferecendo ao seu negócio uma vantagem única no mercado.

O que é uma Filial?

Uma Filial não tem personalidade jurídica própria. Funciona como uma extensão da entidade que representa e realiza a totalidade ou parte da mesma atividade. Tem o mesmo objetivo e a mesma denominação social que a empresa-mãe, e depende economicamente desta. Apesar desta relação, a filial deve cumprir as obrigações legais e fiscais do país de destino, mas as suas operações são integradas na contabilidade da empresa que representa.

business

Refugiação de trabalhadores para Portugal: o que ter em atenção

A deslocalização de um trabalhador implica muito mais do que a sua simples transferência de um local para outro. Há inúmeras despesas envolvidas e o processo torna-se consideravelmente mais moroso e complexo quando um trabalhador é deslocado à escala global. Para além disso, há dois pontos que precisam de ser bem analisados: Vistos e Assistência Habitacional.

Vistos Portugueses para Trabalhadores por Conta de Outrem (Cidadãos não pertencentes à UE/EEE)

Visto D1

O Visto D1, que diz respeito à residência para atividade profissional subordinada, exige que o empregador forneça aos trabalhadores uma carta de convite, os empregue por uma duração mínima de um ano ou mais, e lhes pague mensalmente pelo menos o equivalente ao salário mínimo nacional em Portugal.

Visto Nómada Digital

Para poder beneficiar do Visto Nómada Digital, a empresa contratante deve ter sede fora de Portugal, ter empregado o indivíduo por um período mínimo de um ano e ter declarado a sua intenção de permitir o trabalho remoto.

Visto D2

O Visto D2, que diz respeito à atividade profissional independente, exige que a empresa contratante celebre um acordo contratual com o prestador de serviços para a prestação de serviços de profissão liberal. Adicionalmente, é necessária uma declaração da autoridade competente que ateste a elegibilidade da empresa contratante para exercer a atividade em Portugal, se aplicável.

Visto D3

O visto D3 serve como autorização de residência para indivíduos que exercem actividades que são excecionalmente qualificadas, requerem conhecimentos técnicos especializados, são de natureza excecional, ou exigem uma qualificação adequada para a tarefa específica em questão.

Encontrar alojamento para os seus funcionários

Encontrar alojamento adequado para os funcionários pode ser um aspeto crucial da mudança da sua empresa para Portugal. É por isso que a Pearls of Portugal está aqui para si! Quando trabalha connosco, nós tratamos de todo o processo, incluindo:

  • Procura e seleção de imóveis: Encontramos casas ou apartamentos que vão ao encontro das necessidades dos seus colaboradores, tendo em conta factores como a localização, tamanho, orçamento e tipo de imóvel.
  • Negociação de rendas: Negociamos a renda com os senhorios em nome da empresa, garantindo as melhores condições para os seus colaboradores.
  • Serviço de realojamento: Assim, pode preocupar-se menos com todo o processo. Dependendo do que precisa e quer, serviços extra também podem ser incluídos no seu pacote.
Custos Associados a levar a sua empresa para Portugal

É também crucial compreender os custos envolvidos em trazer um negócio para Portugal, bem como algumas informações adicionais sobre salários e aluguer de espaço de escritório.

Custo de Registo de Empresa em Portugal

O custo de registar uma empresa em Portugal pode variar dependendo do tipo de estrutura legal escolhida e outros factores. Em geral, os custos incluem taxas de registo, taxas legais e despesas administrativas. Para uma sucursal:

Serviço online Serviço presencial
220€ – no caso de constituição de uma sociedade com um modelo de contrato de sociedade pré-aprovado.

360€ – no caso da constituição de uma sociedade com estatutos elaborados pelos sócios.

Se a sua empresa tiver uma marca registada associada a uma classe de produtos ou serviços, a este valor acresce 100€ . Cada classe adicional custa 44€.

360€

Se tiver bens móveis ou imóveis, terá de pagar um extra:

  • 50€ por bem;
  • 30€ por cada bem móvel;
  • 20€ por ciclomotor ou motociclo (de cilindrada inferior a 50 cm3).

Subsidiária

Tipo de Pedido Serviço online Serviço presencial
Solicitação normal 170,00 € 200,00 €
Urgente 370,00 € 400,00 €

Salários médios em Portugal

  • Salário Mínimo: Desde 1 de janeiro de 2024, o salário mínimo passou para 820 € no continente. Na Madeira, o valor foi atualizado para 850€ e nos Açores, para 861€.
  • Salário Médio: Em 2022, o salário médio mensal dos trabalhadores por conta de outrem em Portugal (incluindo horas extraordinárias, férias e subsídio de Natal) era de 1.368€.
  • Salário de Técnico Superior: Em média, o salário de um técnico superior em Portugal pode variar entre 1.400€ e 3.500€ por mês. Este título é mais comum em empregos governamentais e grandes empresas.

Alugar um escritório em Portugal

Os preços de aluguer de espaços de escritório em Portugal podem variar significativamente dependendo da localização, tamanho e qualidade do espaço. Os preços de escritórios para aluguer em Portugal passaram de uma média de 7,8 euros por metro quadrado em 2019 para 9,8 euros/m2 em 2023. Em Lisboa, por exemplo, o preço médio por metro quadrado pode variar entre 15 € e 25 € por mês, enquanto no Porto pode variar entre 10 € e 20 € por mês.

Onde alugar um espaço de escritório

Isso depende do campo em que sua empresa está. Se for uma fábrica, então deve procurar uma ‘fábrica’ numa ‘zona industrial‘ (área industrial). Existem muitas em Portugal e, felizmente para si, estão longe dos centros das cidades, pelo que a renda global (tanto do espaço como dos seus empregados) deverá ser mais barata. Se está simplesmente à procura de um espaço de escritório, há muitos, muitos edifícios comerciais e espaços para lojas em todo o lado! Ao trabalhar com a Pearls of Portugal, encontraremos um espaço que satisfaça todos os seus critérios.

There are a lot of industrial areas in Portugal
There are a lot of industrial areas in Portugal

Documentação necessária para abrir uma sucursal de uma empresa em Portugal

A documentação específica necessária para levar uma empresa para Portugal varia consoante a estrutura empresarial escolhida e a nacionalidade dos proprietários da empresa. Mas, de um modo geral, é isto que vai precisar:

  • A morada registada, o nome da empresa e o tipo de negócio realizado;
  • Uma cópia da ata da reunião a partir da qual foi tomada a decisão de abrir uma sucursal;
  • O nome e a morada da sucursal; o representante e a pessoa designada para registar a sucursal;
  • As actividades que serão desenvolvidas pela sucursal.
Informações necessárias para o registo de uma filial em Portugal

Se já tem uma empresa sediada no estrangeiro e pretende abrir uma filial em Portugal, pode fazê-lo diretamente ou através de um representante. O processo pode ser feito no Instituto dos Registos e do Notariado, através do serviço “Criar Sucursal“. Os documentos a apresentar são os seguintes:

  • Documento comprovativo de que o requerente tem poderes para criar a sucursal.
  • Resoluções societárias que aprovem a criação da filial, a nomeação do seu representante, o seu objeto, nome, endereço, capital investido e a data de encerramento do exercício.
  • Documento comprovativo da existência legal da entidade que pretende constituir a sucursal (registo comercial), caso não se trate de uma sociedade com sede num Estado-Membro da UE.
  • Memorando e estatutos da entidade que pretende constituir a sucursal declaração de controlo efetivo.

Importante: Tudo o que foi enumerado acima deve estar em português ou acompanhado de uma tradução oficial para português. Além disso, a empresa é obrigada a obter os registos da Inspeção do Trabalho, do Centro Regional da Segurança Social e de uma seguradora privada para o seguro de acidentes de trabalho.

Como funcionam os impostos para empresas estrangeiras

O Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC) é o principal imposto sobre os rendimentos resultantes do exercício da atividade empresarial. São muitas as regras de cálculo do IRC; por isso, é importante contratar um bom contabilista – é preciso garantir que todos os impostos estão em ordem, sob pena de sofrer repercussões. As inspecções são frequentes, especialmente nas empresas maiores. Embora os impostos possam ser uma questão complicada, aqui estão alguns conceitos e termos importantes a lembrar:

  • A Taxa Normal de Imposto é de 21% no continente e 16,8% nos Açores, e 20% na Madeira.
  • A Segurança Social (TSU) representa 34,76% do salário bruto dos trabalhadores – os empregadores pagam 23,75% e os trabalhadores deduzem os restantes 11% do seu salário.
  • Lucro Tributável – Rendimento obtido com a atividade da empresa deduzido das despesas efectuadas.
  • Valor Tributável – Valor do lucro tributável deduzido dos benefícios fiscais e dos prejuízos fiscais que podem ser deduzidos.
  • Derrama Municipal – Receita municipal que incide sobre o lucro tributável da empresa.
  • Tributação Autónoma – Imposto a pagar sobre determinados custos da empresa, por exemplo, combustíveis, subsídios, despesas de representação, etc.

FAQ – Perguntas frequentes

Sim. Qualquer cidadão que cumpra os requisitos legais pode abrir uma empresa em Portugal. O processo subsequente é relativamente simples (com ajuda!).

As empresas estrangeiras estão sujeitas a IRC, IVA e IMI. As taxas e regulamentos podem variar, pelo que é aconselhável obter aconselhamento fiscal especializado.

O governo oferece vários programas de apoio a empresas estrangeiras, incluindo incentivos financeiros, benefícios fiscais e assistência na procura de parceiros no seu mercado.

Em 2023, o salário médio mensal em Portugal era de 1.505 € (antes de impostos). O salário mínimo é de 820 € (2024).

Partilhar nas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

How can we help you?

English • Portuguese • Spanish • German • Italian •  French

Schedule a meeting for:

Real estate

Call us now

Send us a message

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Newsletter

Como o podemos ajudar?

Inglês – Português – Espanhol – Alemão – Italiano – Francês

Marcar uma reunião para:

Imobiliário

Ligue-nos agora

Envie-nos uma mensagem

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Newsletter
pearls of portugal

Não perca as ofertas e as novidades!

Subscreva a nossa newsletter e não perca as últimas notícias e ofertas!

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Interesses: