Procurar
Close this search box.

Como fazer faculdade em Portugal?

Portugal é conhecido pelo seu grande sistema educativo a todos os níveis, incluindo a faculdade. Por isso, naturalmente, muitas pessoas optam por seguir aqui o ensino superior. Se este é o seu caso, este artigo irá guiá-lo durante todo o processo.

Frederik
Frederik Pohl, CEO
Marque já uma consulta gratuita com um dos nossos especialistas!
Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
GDPR compliance1
GDPR compliance2

Ensino Superior em Portugal

Cada vez mais pessoas escolhem Portugal para prosseguir estudos universitários – em 2021, houve um aumento de 26% nas candidaturas de estudantes internacionais, sendo a grande maioria brasileiros. Isto é fácil de compreender, uma vez que a variedade educativa em Portugal é gigante. Existem no total 123 universidades e institutos politécnicos no país, tanto públicos como privados, oferecendo todo o tipo de cursos de licenciatura, mestrado, doutoramento e pós-graduações.

Analise as suas condições

Todas as instituições são pagas, embora os estabelecimentos privados sejam obviamente muito mais caros. As propinas mensais num colégio público rondam os 60 euros – as universidades são livres de escolher qualquer quantia, desde que não ultrapasse um total de 697 euros/ano. Nas faculdades privadas, o custo pode variar entre 2350 euros e 4600 euros por ano. Estes montantes são muito mais elevados quando se fala de mestrado e doutoramento.

Embora cidades maiores como Lisboa e Porto detenham a maioria das universidades, existem instituições espalhadas por todo o país. A localização deve ser um dos principais fatores na sua decisão de instituição de ensino, uma vez que determina praticamente todos os custos adicionais, tais como habitação, transporte e necessidades básicas. As universidades nas cidades maiores são também as mais prestigiadas, pelo que é absolutamente recomendada uma pesquisa e avaliação exaustiva das suas condições.

university

Quais são as faculdades mais prestigiadas em Portugal?

Existem sete instituições portuguesas no QS World University Rankings de 2022, um estudo realizado anualmente que avalia o desempenho das universidades em todo o mundo.

Como candidatar-se à faculdade em Portugal

Licenciatura

Quando se trata de licenciaturas, deve candidatar-se online no portal DGES. O período de candidatura é normalmente de um mês, entre Julho e Agosto – logo após os resultados dos exames nacionais saírem. Esta é a primeira fase, a segunda é em Setembro, após terem sido revelados os resultados das colocações da primeira fase. Para alguns programas, há uma terceira fase ocasional em Outubro.

Pode escolher seis licenciaturas diferentes, por ordem da sua preferência. Mesmo que tenha a certeza de que vai entrar na sua primeira escolha, recomendamos que registe na mesma as seis opções, só por precaução.

Mestrado, Doutoramento e Pós-graduações

Se for estudante de pós-licenciatura, deve verificar os sítios web das universidades para os prazos de candidatura. Para a maioria das instituições, a primeira fase começa por volta de Fevereiro/Março (o semestre começa em finais de Setembro/início de Outubro). Se um programa for particularmente procurado, normalmente preenche-se na primeira fase. Caso contrário, a segunda fase inicia-se por volta de Junho/Julho. Na rara ocasião de uma terceira fase, esta acontece em Setembro/Outubro – por vezes mesmo após o semestre já ter começado.

exams papers

Exames de entrada para faculdades portuguesas

A forma de entrar nos diferentes bacharelatos é através de exames. Cada programa de estudo requer um ou mais exames – Português, Matemática, Filosofia, Biologia & Geologia, Química & Física ou Inglês. Se é cidadão da UE ou já vive em Portugal, pode fazer estes exames numa escola local nas suas datas programadas. Mas também pode substituí-los pelos exames finais do seu próprio país – só precisa de obter a sua validação na embaixada portuguesa.

Se for de um país não pertencente à UE, pode preparar-se para fazer os exames portugueses na embaixada do seu país de origem ou providenciar o reconhecimento dos seus próprios exames finais.

Os países onde mudar-se para Portugal para prosseguir o ensino superior é comum (como o Brasil) já têm equivalências estabelecidas entre eles. Pelo menos 51 universidades portuguesas aceitam o Enem como prova de entrada. Pode verificar nesta calculadora automática se a sua nota do Enem lhe permite entrar no curso desejado. 

As candidaturas a mestrado e doutoramento são muito mais personalizadas e dependem inteiramente dos seus antecedentes académicos, profissionais e de competências.

Requisitos linguísticos

Nem todas as universidades pedem um certificado de proficiência em inglês, mas algumas sim. Estes são geralmente aceites:

Isto é sobretudo verdade para mestrados e doutoramentos, que são mais comuns de serem ensinados parcialmente ou totalmente em português.

De que documentos preciso para me candidatar à universidade em Portugal?
  • ID válido
  • Formulário de candidatura
  • Um diploma de liceu
  • Exames de trânsito
  • Portefólio (programas de arte)
Mestrados e doutoramentos
  • Carta de motivação
  • Curriculum
  • Prova de pagamento de taxa de inscrição (geralmente 50 euros para um mestrado em universidades públicas)
student visa

Pedido de visto de estudante em Portugal

Se é cidadão da UE ou do EEE, não precisa de se preocupar com nada. No entanto, se não for esse o caso, precisa de solicitar um Estudo D4 Visto. Logo após ter sido aceite pela universidade da sua escolha, pode dirigir-se ao seu Consulado Português local, ou ao website VFS Global (um parceiro oficial do governo). 

O que preciso para solicitar o Visto D4?
  • Formulário de pedido do Visto
  • NIF Portugues
  • Carta/e-mail de aceitação da faculdade
  • Um endereço português
  • Passaporte
  • Registos criminais do país de origem

Após a sua candidatura ser aceite e já se encontrar no país, ser-lhe-á pedida uma entrevista com o Serviço de Imigração (SEF), onde, se tudo correr como planeado, receberá a sua Permissão de Residência. O custo de todo o processo depende em parte do seu país de origem, mas um montante médio seria de 170 euros. 

Encontrar alojamento

Como foi dito anteriormente, os custos de alojamento variam muito de cidade para cidade. Se tiver os meios, a parceria com um serviço de aluguer como o que nós no Pearls of Portugal oferecemos é definitivamente uma óptima opção. Se quiser procurar um quarto, grupos do Facebook e OLX são ótimas plataformas para isso. Dependendo da sua universidade, pode também candidatar-se a alojamento gratuito de estudantes; no entanto, há poucas vagas. Os dormitórios universitários não são de todo muito populares em Portugal.

Um quarto normal numa cidade como Porto ou Lisboa é cerca de 350 euros, enquanto outras cidades ainda praticam preços mais baratos, como 200 euros. O custo depende também das particularidades do imóvel, obviamente.

Partilhar nas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

How can we help you?

English • Portuguese • Spanish • German • Italian •  French

Schedule a meeting

Call us now

Send us a message

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance2
Newsletter

Como o podemos ajudar?

Inglês – Português – Espanhol – Alemão – Italiano – Francês

Marcar uma reunião

Ligue-nos agora

Envie-nos uma mensagem

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance2
Newsletter
pearls of portugal

Por favor entre em contacto e a nossa equipa responderá a todas as suas perguntas

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance 2
Newsletter

Não perca ofertas ou notícias!

Subscreva a nossa newsletter e não perca as últimas notícias e ofertas!