Procurar
Close this search box.

Instalação de painéis fotovoltaicos e solares em Portugal

Depois de comprar a sua casa em Portugal, pode estar interessado em renová-la energeticamente, uma vez que isso não só é mais eficiente, mas também mais barato a longo prazo, com várias ajudas financeiras do governo português e da União Europeia. Uma das formas de o conseguir é através dos painéis fotovoltaicos. Vamos entendê-los melhor.

Frederik Pohl
Frederik Pohl, CEO
Marque já uma consulta gratuita com um dos nossos especialistas!
Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
GDPR compliance1
GDPR compliance2

Antes de avançar com renovações energéticas e investir em painéis fotovoltaicos, deve informar-se sobre os diferentes tipos deste equipamento e perceber qual o que melhor se adequa a si. Mas antes, conheça connosco algumas vantagens e desvantagens dos painéis fotovoltaicos.

Quais os incentivos financeiros para a instalação de painéis fotovoltaicos existentes em Portugal?

Programa de Apoio à Edificação Sustentável (PAE+S)

Este programa promove a comparticipação do Estado na aquisição de painéis fotovoltaicos. Esta comparticipação pode ir até 85%, com um limite máximo de 1.000 euros nos distritos de Lisboa ou Porto, ou 1.100 euros no resto do país, para sistemas sem bateria.

Para os sistemas com bateria, a comparticipação pode ir até 85% com um limite máximo de 3.000€ em Lisboa ou Porto; 3.300€ no resto do país.

Valor de Eficiência

O Governo disponibiliza um Vale de Eficiência, no valor de 1.300,00€ + IVA, para ajudar a melhorar as condições energéticas dos edifícios. Para beneficiar do Vale de Eficiência, é necessário ser beneficiário da Tarifa Social de Eletricidade e proprietário (e residente) de habitação própria e permanente.

Neste momento, as candidaturas para os últimos vales encerraram a 31.05.2023, mas nova iniciativa deverá ser implementada em breve.

Casa Eficiente 2020

Casa Eficiente 2020 facilita a concessão de empréstimos em condições favoráveis a pessoas que queiram realizar intervenções sustentáveis nas suas propriedades, como a instalação de painéis fotovoltaicos.

Redução do IVA

Em 2022, o IVA aplicável à instalação de painéis fotovoltaicos em Portugal foi reduzido de 23% para 6%. Na Madeira e nos Açores, a taxa de IVA aplicável é de 5% e 4%, respetivamente.

photovoltaic panels portugal

Em que condições é que um sistema fotovoltaico faz sentido?

Uma cobertura de telhado robusta e sem amianto e uma superfície de telhado tão livre de sombras quanto possível são requisitos essenciais. Para um sistema fotovoltaico, uma inclinação do telhado de 30 graus e uma orientação virada para sul são ideais. A capacidade de produção de energia de um sistema solar pode ser reduzida em até 10% com inclinações inferiores a 25 graus ou superiores a 60 graus. Por este motivo, a orientação da superfície e a radiação solar são muito importantes. É necessária uma área de cerca de 6 metros quadrados para instalar cerca de 1 kWp de potência do sistema.

Como calcular o tamanho dos sistemas fotovoltaicos?

  • Determine a quantidade de energia necessária, estimando o consumo de energia de cada “consumidor” (em quilowatts) e o seu tempo de trabalho diário potencial;
  • Watt-pico: De seguida, determine a potência do sistema solar em quilowatts com base na quantidade necessária;
  • O tamanho da bateria é calculado multiplicando a utilização diária pelo número de dias em que o fornecimento de energia precisa de ser assegurado (normalmente 1-2 dias);

Que serviços estão normalmente incluídos na aquisição de painéis fotovoltaicos?

  • Tratamento do processo legal (Registo do produtor na DGEG, Documentação técnica, Licenciamento da instalação na DGEG);
  • Programação/implementação do sistema de monitorização, testes e formação;
  • Serviço de assistência técnica no prazo de 60 dias após a instalação;
  • Consultoria para incentivos governamentais (ex.: Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis);

Que serviços não estão normalmente incluídos?

  • Taxa(s) de licenciamento DGEG – Isento para potências instaladas inferiores a 30kW;
  • Contador de consumo bidirecional (a pagar à E-REDES, se necessário)
  • Cartão GSM M2M (para contador totalizador, se necessário);
  • Trabalhos de construção para além dos normais trabalhos de instalação (abertura de valas, por exemplo, se necessário). É da responsabilidade do Cliente garantir um sinal de Internet adequado em termos de intensidade
    para garantir e possibilitar a funcionalidade dos equipamentos de monitorização dos consumos e da
    de monitorização de consumos e produção de energia;
  • Sempre que haja necessidade de utilizar mais cabo, como cabo UTP para comunicações/acesso à Internet ou cabo para instalação, existe normalmente um acréscimo de preço por metro;

Que garantias são normalmente dadas para um projeto de painéis fotovoltaicos?

  • Painéis fotovoltaicos (12 anos contra defeitos de fabrico, 25 anos com produção >86%);
  • Inversores – 5 anos;
  • Baterias – 10 anos;
  • Outros equipamentos – 2 anos;

Quanto tempo tem de esperar para iniciar a instalação?

  • O período de espera habitual para iniciar a instalação: 6 a 10 semanas após a assinatura de um contrato;
  • Normalmente 2 dias de instalação para os painéis fotovoltaicos, conversor e bateria;
  • Pode haver um atraso na alimentação da sua eletricidade à rede se o seu fornecedor de energia tiver de mudar o contador;

Como é que se paga normalmente à empresa de instalação?

50% na adjudicação do contrato e 50% na conclusão dos trabalhos.

Obtenha um orçamento e uma consulta gratuitos para as suas renovações energéticas!

Melhore o desempenho e a eficiência da sua propriedade em Portugal com uma renovação energética adaptada para otimizar a produção de energia, o ar condicionado, o aquecimento e o isolamento. Melhore a sua casa com um parceiro competente e experimente um novo nível de eficiência energética!

Diferentes tipos de painéis fotovoltaicos em Portugal

Monocristalino

É constituído por um único cristal de silício ultra-puro e é consideravelmente mais eficiente do que os outros – entre 15% e 25% mais. Por isso, em termos estritamente técnicos, esta é a sua melhor opção. Mas, como é óbvio, os painéis monocristalinos são muito mais caros. No entanto, se tiver os meios, a sua durabilidade (estimada em mais de 30 anos) e eficiência podem revelar-se extremamente vantajosas no futuro.

Policristalino

Este é o irmão mais novo do monocristalino, menos bem sucedido. Os painéis policristalinos, como o nome indica, são feitos de múltiplos cristais de silício menos puros – como cobre e ferro. Isto resulta numa eficiência significativamente mais baixa do que a monocristalina – cerca de 15%. Naturalmente, isto também o torna mais barato, o que é uma vantagem. No entanto, a perda de eficiência e a elevada sensibilidade a altas temperaturas tornam o policristalino menos fiável.

Bifacial

Como o nome sugere, os painéis bifaciais são compostos por duas faces de células. A superior está virada diretamente para o sol, absorvendo a luz, enquanto a inferior capta a radiação indireta que é reflectida pela área que o painel ocupa. Isto significa que a sua eficiência depende diretamente da capacidade de reflexão dessa mesma área. Se essa capacidade for boa, podem ser altamente eficientes.

Filme fino

Este tipo de painel é constituído por estruturas muito finas que podem ser instaladas em telhas, vidro e alvenaria. A sua finura torna-os leves e o facto de serem feitos de silício amorfo, telureto de cádmio e/ou gálio dá-lhes também flexibilidade. Esta opção é, na maioria das vezes, escolhida para fins estéticos e para projectos de grande escala, devido ao seu preço mais barato. No entanto, a sua eficiência é menor (7-10%), uma vez que os painéis de película fina têm muito mais dificuldade durante a estação de baixa temperatura/baixa luz solar. Além disso, a sua vida útil é de apenas quinze anos.

Híbrido

A vantagem definitiva deste modelo híbrido é que funciona como painel fotovoltaico e térmico. Durante o verão – com temperaturas elevadas e luz solar – este é o tipo de painel mais eficiente. Além disso, é também muito durável e resistente. No entanto, tal como o painel fotovoltaico monocristalino, a sua eficiência torna-o mais caro. Os modelos híbridos são também bastante recentes, pelo que ainda não são tão comercializados como os outros painéis. Mas, tecnicamente, são uma óptima opção.

Painéis solares

Térmicos

Não podem ser considerados fotovoltaicos, uma vez que não são constituídos por células fotovoltaicas e apenas produzem calor. Existem três tipos de painéis solares térmicos:

  • Coletor de baixa temperatura – suporta temperaturas de até 50ºC e é utilizado para fornecer energia e aquecer água;
  • Coletor de média temperatura – suporta temperaturas de até 90ºC e minimiza a perda de calor;
  • Coletor de alta temperatura – possui duas tampas sobre o conversor, possibilitando o funcionamento a 150 ºC. Não é comum em residências.

Partilhar nas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

How can we help you?

English • Portuguese • Spanish • German • Italian •  French

Schedule a meeting for:

Real estate

Call us now

Send us a message

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance2
Newsletter

Como o podemos ajudar?

Inglês – Português – Espanhol – Alemão – Italiano – Francês

Marcar uma reunião para:

Imobiliário

Ligue-nos agora

Envie-nos uma mensagem

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance2
Newsletter
pearls of portugal

Por favor entre em contacto e a nossa equipa responderá a todas as suas perguntas

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance 2
Newsletter
pearls of portugal

Não perca as ofertas e as novidades!

Subscreva a nossa newsletter e não perca as últimas notícias e ofertas!

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Interesses: