Procurar
Close this search box.

Investir num resort em Portugal

Os resorts, e a indústria do turismo em geral, são uma opção de investimento muito prevalecente em Portugal. O processo de investimento em resorts pode revelar-se muito mais fácil do que comprar uma propriedade individual com a intenção de investir, uma vez que quando se compra uma fração de um resort, a gestão é responsável por tudo. Mas vamos lá ver como funciona esta opção de investimento!

Frederik Pohl
Frederik Pohl, CEO
Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
GDPR compliance1
GDPR compliance2
Newsletter

Como funcionam os resorts em Portugal?

Portugal tem muitos resorts, especialmente no Algarve, que é a região mais turística do país. Estes são designados por “Empreendimentos turísticos em propriedade plural”. Estes empreendimentos caracterizam-se por unidades residenciais separadas, sob a forma de moradias ou apartamentos, e áreas comuns, tais como piscina, salas de fitness, spa, receção, campo de golfe e jardins. O seu principal objetivo é o turismo comercial. Na maioria dos casos, não se pode entrar livremente nestas instalações – apenas através de uma entrada central, um pouco como um condomínio fechado.

Como posso investir num resort em Portugal?

Comprar uma propriedade num complexo deste tipo é comparável a comprar acções de uma empresa. A ação é representada pela unidade residencial correspondente. No entanto, tal como acontece com uma empresa, não se pode simplesmente dizer que se quer tornar independente com a sua ação. A ação continua a fazer parte do investimento ou da empresa.

Os “Empreendimentos turísticos em propriedade plural” são, portanto, um tipo muito particular de propriedade imobiliária. E antes de decidir investir numa propriedade deste tipo, é importante compreender as suas características especiais.

Condições especiais para ser proprietário de parte de um resort

1. As “Propriedades Plurais” são propriedades que fazem sempre parte de um investimento global e não podem ser destacadas. Isto significa que se não estiver no local, a propriedade está disponível para aluguer.

2. Existe sempre uma empresa de gestão central que é nomeada pelos proprietários. Normalmente estas empresas têm um contrato de 5-10 anos com os proprietários. Este administrador tem o direito de aceder à sua propriedade no complexo.

3. Os encargos anuais, as obrigações e os direitos dos proprietários, etc., são regulados por lei. Por isso, um contrato de compra e venda deve ser sempre verificado por um advogado especializado.

4. O uso próprio é sempre estipulado no contrato. Na maioria dos casos, o proprietário recebe uma quota fixa que pode ser utilizada na época baixa (outubro-abril). No entanto, é possível ficar indefinidamente em algumas dessas instalações.

Como funcionam as taxas?

5. A taxa é geralmente oferecida inicialmente como uma percentagem fixa e, em seguida, muda para uma quota de receita, que é calculada usando uma fórmula acordada contratualmente. Isto deve ser-lhe explicado com antecedência.

6. As renovações do imóvel devem normalmente ser suportadas pelo coproprietário, uma vez que se devem sobretudo ao desgaste do tempo. Neste caso, é aconselhável entregar este trabalho ao gestor como parte das negociações, se a propriedade for frequentemente alugada para o exterior.

7. Os proprietários pagam sempre uma “taxa da casa” mensal para o funcionamento do complexo e uma contribuição adicional de pelo menos 4% do valor do imóvel para um fundo de renovação (exigido por lei). A “taxa da casa” é ajustada anualmente. Estes encargos podem normalmente ser negociados com o gestor, de modo a que este pague os custos (e não o fundo).

8. A gerência decide os preços de aluguer, mas estes podem ser discutidos previamente de forma geral. Normalmente, as fracções de um empreendimento são vendidas com casos de negócio que incluem taxas diárias bastante optimistas.

Vilamoura, in the Algarve, is one of the biggest resort hubs in Europe
Vilamoura, in the Algarve, is one of the biggest resort hubs in Europe

Vantagens de investir num alojamento turístico em Portugal

As vantagens de uma instalação deste tipo são rapidamente óbvias. Os custos dos extras são mais baixos e não tem de cuidar de muitas coisas, como a piscina ou o jardim. Além disso, as propriedades são alugadas durante o resto do tempo por um gestor central, enquanto você recebe a sua parte do rendimento de forma passiva.

Estes tipos de investimentos são particularmente adequados para compradores que só vêm a Portugal ocasionalmente e dão grande importância aos extras (piscina, jacuzzi, jardim, etc.) durante as suas visitas e não querem investir demasiado do seu próprio tempo e energia. Em muitos casos, o investimento também vale a pena do ponto de vista financeiro, uma vez que são oferecidos pagamentos garantidos durante vários anos.

As unidades residenciais também são normalmente muito mais baratas do que imóveis comparáveis no mercado imobiliário e a localização é geralmente bastante agradável, em zonas turísticas.

Desvantagens de investir em resorts portugueses

As desvantagens de uma propriedade num resort profissional residem principalmente na ocupação pelo proprietário. Nem sempre é possível utilizar a propriedade para si próprio durante todo o ano ou ter uma residência permanente no país. Além disso, as opções de design exterior dos imóveis são muito regulamentadas, a fim de garantir a aparência do complexo. Se as unidades forem alugadas centralmente, o design interior também é normalmente estritamente especificado. O mesmo se aplica às resoluções da comunidade de proprietários. O conteúdo dos contratos deve, portanto, ser sempre verificado por um advogado antes de assinar um contrato.

Como a Pearls of Portugal pode ajudar

“Empreendimentos turísticos em propriedade plural” fazem todo o sentido como um investimento e não requerem tanta papelada como comprar uma propriedade você mesmo. No entanto, ainda é necessário muito trabalho legal e muitas idas e vindas. É aí que a Pearls of Portugal entra em ação – apresentamos-lhe os nossos parceiros advogados de confiança e tratamos de todas as negociações, assegurando que obtém o melhor negócio possível ao investir em resorts – ou em qualquer alojamento turístico -, em Portugal.

Partilhar nas redes sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

How can we help you?

English • Portuguese • Spanish • German • Italian •  French

Schedule a meeting for:

Real estate

Call us now

Send us a message

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance2
Newsletter

Como o podemos ajudar?

Inglês – Português – Espanhol – Alemão – Italiano – Francês

Marcar uma reunião para:

Imobiliário

Ligue-nos agora

Envie-nos uma mensagem

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Cumprimento do GDPR
GDPR compliance2
Newsletter
pearls of portugal

Não perca as ofertas e as novidades!

Subscreva a nossa newsletter e não perca as últimas notícias e ofertas!

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Interesses: